segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Moradores do Loteamento São Francisco, no Curado II, em Jaboatão, Pernambuco,apontam necessidades da comunidade











Por Paulo Rubem

Em reunião ocorrida na noite desta 2a. feira, dia 8, moradores do Loteamento São Francisco, no bairro do Curado II, em Jaboatão dos Guararapes, município vizinho da capital, no litoral sul de Recife, apontaram inúmeras necessidades da comunidade.

Os problemas do Loteamento, que já tem 25 anos de existência, foram exibidos por meio de um DVD realizado pelos próprios moradores. Nas imagens que assistimos, destacam-se ruas esburacadas, canais entupidos com mato e lixo, escadarias destruídas em algumas das áreas de risco nos morros, animais soltos nas ruas, entre outros problemas.

A reunião da qual participamos aconteceu no Oratório Dom Bosco, vinculado a Ordem Salesiana, no Loteamento.

Havíamos sido convidados para a reunião pelo presidente da Associação dos Moradores, Sr. Nivaldo Almeida e lá comparecemos acompanhados pelo Dr. Augusto Evangelista, advogado que nos apóia e ajuda o mandato e pelo companheiro Valter Libânio, Vavá, da nossa assessoria para os movimentos populares.

Em nossa intervenção, após ouvirmos os moradores presentes, destacamos a importância da conscientização da comunidade em relação às leis aprovadas desde 2005 e que asseguram o acesso ao saneamento, ao sistema de habitação de interesse social, além das normas para a educação, das diretrizes da Lei Maria da Penha, das ações para a promoção da saúde e demais áreas, asseguradas na legislação do FUNDEB, do SUS e de outros sistemas nacionais de execução de políticas públicas.

Ficou combinado que em 2009 iremos realizar vários encontros de capacitação sobre esses assuntos e sobre o orçamento municipal de Jaboatão, para que a comunidade acompanhe, reivindique investimentos e fiscalize os atos do executivo e a própria discussão do projeto de lei para o orçamento de 2010, a ser enviado ao legislativo municipal a partir de setembro de 2009. Ficamos também de programar ações culturais por meio do nosso projeto Cinema na Comunidade.
Ainda esta semana vamos enviar vários materiais informativos aos participantes da reunião sobre cada uma das áreas de direitos da comunidade.

Nas imagens, detalhes da reunião no Oratório Dom Bosco.

2 comentários:

erik disse...

"A esperança não morreu"

As diviculdades são inúmeras em nossa comunidade.Os escandalos na Prefeitura de Jaboatão, deixam nos desesperançosos para com o futuro, porém, no dia 8 recebemos uma dose homeopatica de "ESPERANÇA", que há de nos sustendar na LUTA.
Podemos perceber naquele dia, que a esperança ainda está VIVA e bem VIVA, pois existem pessoas dispostas a se gastarem para construção de uma sociedade mais justa.

Anônimo disse...

Olá Paulo Rubens! muito obrigado pela atenção que você nós deus no Loteamento São Francisco, Creio que agora vai ter mudanças, ja estar mudando com sua presença aqui!

Veleuuuu